Tempos de Guerra – A pior das noites

Já era noite quando Eduardo chegou. Logo depois de trancar a porta, olhou nos armários e na geladeira procurando algo para comer, mas fez com que sua barriga parasse de reclamar e seguiu para o corredor onde se encontravam todos os quartos da casa. Foi quando um trovão assolou seus ouvidos, fazendo com que suas … Continue lendo Tempos de Guerra – A pior das noites

Polícia e Ladrão – Eles nunca o deixam brincar

Garoto odiado pelos amigos quer brincar de polícia e ladrão. Eles deixam, mas sempre o matam primeiro. Ele nunca sequer atirou com seus dedos, não teve tempo pra isso. Depois de muito treinar, dias a fio, resolveu voltar a brincar, com a permissão dos outros. Lá foi ele, um policial correndo para a morte, mas, … Continue lendo Polícia e Ladrão – Eles nunca o deixam brincar

Michele Pensa Demais – A mente pode ser traiçoeira

São duas da manhã e Michele não tem sono. Depois de uma rápida passada de dedos em seu Instagram, ela corre para o banheiro para despejar seu último copo d’água. Ao acender a luz descobre uma barata no tapete. A cascuda dispara a correr pelos pés de Michele, que voa para cima do vaso sanitário. … Continue lendo Michele Pensa Demais – A mente pode ser traiçoeira

O Toque da Água – Um acontecimento cósmico

Ele achará que aquela era uma sexta-feira como qualquer outra. Havia sido o último dia de suas atividades, iniciando junto com suas férias uma forte onda de água caindo do céu. Caminhando pela rua vazia, encharcando sua roupa e aquela que fora sua fiel amiga durante todo aquele ano, guardando simples pertences como cadernos e … Continue lendo O Toque da Água – Um acontecimento cósmico

Velejar – Uma viagem cheia, quase transbordando

Hoje parece um bom dia para velejar dentro do pântano. Por lá existe um riacho. Talvez não caiba meu barco, mas vamos lá ver. O casaco chora na umidade da floresta, me abraça forte e seguimos, de musgo em musgo, até o riacho, que está alto, esbelto e bonito. Quem sabe um pulo? Será que … Continue lendo Velejar – Uma viagem cheia, quase transbordando

A Rotina – Nosso primeiro conto ilustrado!

Despertador, banho, café, ônibus, ônibus, almoço, trabalho, café, ônibus, casa, janta, banho, TV, cobertas. Despertador, banho, café… Todos os dias seguia a mesma rotina. A rotina era como uma droga para mim. Me embriagava dos afazeres metódicos. Sentia que essa era a única maneira de fugir da medíocre vida que tinha, baseada em novos tapetes […]